[17/05/2009] • 8 comentários

Eu sei que não se tem falado nisto. Mas acho piada à ideia dos desafios semanais. Por isso. E por decisão pessoal. E após profunda reflexão pessoal. Decidi voltar a lançar um desafio. Outros virão, espero. A metodologia logo se discutirá ou não...

Como alguns sabem, outros não, o Paulinho começara amanhã o seu trabalho com "comissário de bordo". Em Girona, perto de Barcelona. Emcontrei-o na Missa e voltou a confirmar o facto. Mais, parece que criou um blogue... -passe a publicidade, mas é mais forte que eu, este desejo de sublinhar o melhor que em nós e de nós existe em cada um!!!

Vamos lá ao desafio semanal: voar sempre foi um desejo qda humanidade, parece... - e se cada um de nós pudesse voar, qual agente secreto minúsculo!?


-A que ambiente, pessoa, conversa, raciocínio gostaria de assistir?
-E, já agora, disfarçado de quê?
-Vamos lá, não é preciso muito texto! Basta um espaço, uma ideia e um disfarce...

8 comentários:

Elsa* disse...

Hoje... se eu pudesse voar gostava de ser mosca num taxi que fizesse o turno da noite numa cidade agitada...

Boa sorte Paulinho!!!***

PAUL(inh)O disse...

bom hoje gostava de ser um melro que parlasse catalã!!!, pra voar assim por girona pra arranjar casa!

Mariana disse...

Antes de mais, queria desejar boa sorte ao Paulinho.... Mesmo estando em terras longiquas com cheirinho a caril, soube desta grande novidade (alias, ja sabia antes mesmo de partir para a India)...

Neste momento, gostaria de ser um dos imensos esquilos que passeiam nas ruas em Jaipur. Os animais na India devem ser mesmo felizes!

Catarina disse...

Se pudesse voar queria parar, parar mesmo, ir sentir o cheiro do mar que enche o ar, ouvir o som das ondas ao fundo, e sorrir. Ter um sorriso bem dentro de mim, como um balão redondo, bem redondo, cheio de vontade de saltar cá para fora.
Para descobrir como é bom tudo aquilo que temos na palma da mão, depois voar sobre uma praia e dar um abraço apertado a vida.

Sinto que deixo de viver em tempo de exames. Boa sorte paulinho!

Fabi disse...

Tenho horror (fobia mesmo!) a pombos mas hoje não me importava de ser um. Sobrevoar os lugares onde se encontram todos vocês e poisar sobre os parapeitos das vossas jenelas. Ía até Girona ver o Paulinho disfarçado de comissário de bordo e rir-me-ia com ele a indicar as saídas de emergência; voava até à ìndia e acompanhava a Mariana até ao Taj Mahal; ía ainda à República Checa dar uma forcinha à Catarina para o exame e, depois, como bom pombo que seria, regressaria a casa sem nunca perder o norte de mim mesma.

verita disse...

Paulinho vais fazer palhaçadas pra dentro dos aviões? lol
vou ter saudades tuas..
Se eu voasse gostava de ser a Sra. Incrivel... com super poderes para me tornar invisivel e ouvir o que o meu chefe fala sobre mim quando eu não estou! =P

verita disse...

E também adoro o bom humor que ela consegue ter nas piores situações... =) que mãe incrível!

Alx disse...

Tenho que reconhecer que tenho um Manel Damásio dentro de mim. FAscina-me o que cada pessoa pensa ou pode estar a pensar a cada momento. Nem é tanto o que pensa ou não de mim. Mas o que pensa neste momento, e como. Às vezes assusto-me com a ideia que, com a morte, é isso que acaba em cada um de nós. Mais do que a vida, o sangue a correr etc... è a incapacidade de sentir, pensar etc.. que se instala e para sempre!!! (...)
Bendita Fé que me abre outras portas...

Enviar um comentário