[01/07/2008] • 2 comentários




Gosto de praiar contigo no deserto, se é que deserto se possa chamar aos momentos dos teus silêncios. E são tantos. E tantas as tuas ausências sem jamais me perderes de vista. “Gosto de ti”. Expressão trocada e re-trocada como se de pão se trate. Precisamo-nos nesse mar de emoções boas. O resto, o resto alguém no-lo dirá! Ao jeito, ou de outro, da Briolinda.

2 comentários:

Elsa* disse...

e a Briolinda dirá para o deixarmos? Não me parece que o faça. Pessoa como ela, mais ligada a pontos que a contos, dará com certeza importância ao que há para lá das emoções boas!

Ai Briolinda! resto, será apenas resto!

:)

Alx disse...

mas, mas, ninguém nos diz nada?


ai, ai, que com a idade lá se nos vão os que nos ligavam....

Enviar um comentário