[10/11/2009] • 10 comentários

Aqui respira-se Deus…
Aqui? Mas onde? Em todo o lado, basta estar atentos, abrir os olhos olhar e inspirar bem. Ao faze-lo não só libertamos os nossos “pulmões” como também O podemos sentir. Podemos, sentir a Sua presença e a Sua força, a Sua mão, o Seu olhar ou Simplesmente respirá-Lo. Mas quando, onde e como?
Não sei bem porquê mas dou comigo frequentemente a divagar, olhando uma cena do meu quotidiano ou do da cidade, apercebo-me das rotinas e sinto a cidade... e sem querer respiro Deus. Quando trabalho e olho pela janela, observo os mundos dos homens, mas também as maravilhas deste planeta e sinto e respiro...Deus. E quando passeio e descubro num espelho de água a beleza da simplicidade… bom aí, também, respiro Deus.
Parece que apenas temos que estar predispostos a amar. Ao faze-lo sentimos e respiramos Deus. Amar é sentir, amar faz respirar, quando amamos entregamo-nos. Como quando fazemos amor ou beijamos e nos entregamos ao outro e somos um… aí está, respiramos o outro, será blasfémia dizer que também Deus?
Amar a Deus sobre todas as coisas, para mim é isso mesmo, é amar e ao amar e ao demonstrá-lo, respiro-O. Sempre que amamos o próximo estamos a respirá-lo, sempre que amamos a Sua obra estamos a respirá-lo. Aqui respira-se Deus… só temos que estar prontos a faze-lo.

10 comentários:

Luis Carlos disse...

Olá,

Haverá algum lugar onde Deus não esteja?
Pensar que há lugares onde não está, é uma ilusão.

Haverá alguma coisa que Deus não seja?
Pensar que há coisas que não seja Deus, é uma ilusão.

Um abraço de Deus em mim para o Deus em ti,
Luís Carlos

Catarina disse...

É como se falasses por mim...
Sim, respiro Deus em todos os lados, basta querer. Mesmo no quotidiano quando me acontecem certas coisas penso que foi Deus que as trouxe para mim e pareço uma tola a sorrir sozinha na rua.
Está em todo o lado, basta olhar e querer sentir. Eu sinto-O.

Visitante de mala às costas disse...

Deus está onde o Homem está.
mesmo que apenas em imaginação...

Ás vezes até podemos considerar Deus algo..imaginário...

bem, a pergunta real é: e quem não acredita, também respira Deus?

The Clerk disse...

he he he...
Deus é como a legislação: ainda que desconhecido, estamos a ele ligados e acartamos as consequências da sua existência.

Elsa* disse...

eu não respiro Deus em todo o lado...

às vezes quero mas não consigo.

Visitante disse...

eu deixei de respirá-lo, se é que é mesmo essa a expressão...

the clerk, não concordo lá muito contigo, mas também não tenho argumentos para me explicar..

Acho que por vezes, caimos no erro de, ao "respira-lo", não darmos conta da sua existência e só quando o ar nos falta, quando nos engasgamos ou quando nos sufocam é que Reparamos na sua presença.

Não, não "acartamos as consequências da sua existência", porque se assim fosse não seriamos agentes de mudança, mas sim puras marionetas.

O respirar também é algo demasiado mecânico.
Tem que ser mais do que isso.

O que é então, pessoas crentes?

Saberão?

Catarina disse...

Respirar é o que nos alimenta, física e psicologicamente... Será a mecanica da vida?

Deixar de O respirar ou esquecer-se disso? Esquecer que existe e que faz parte de nós? Quando nos perdermos e não sabemos bem que rumo tomar lembramo-nos dele, sim, como nos acompanhava mas será que deixou de nos acompanhar ou nós deixamos de o sentir?
Talvez deixemos de dar conta da sua existência conscientemente, não pensamos nisso mas sentimos e lá no fundo sabemos que está lá..ou até isso desaparece?

The Clerk disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
The Clerk disse...

A verdadeira respiraçao é dupla, pulmonar e celular. Não interessa absorver oxigénio sem finalidade, respiramos para viver.
Aqui respira-se Vida.

Fabi disse...

Deus está em todo o lado, é omnipresente, é já um lugar comum. Mas será que nós estamos com Deus em todo o lado? Eu comungo da opinião da Elsa. Há lugares onde nós sentimos que Deus está mesmo ali ao nosso lado, quase que podemos senti-Lo a tocar-nos e é mesmo uma experiência física. Parece que há mesmo algo que sentimos a infiltrar-se no nosso corpo, como se ficássemos mais leves, não sei explicar. Às vezes, além dos lugares, há também circunstâncias, tempos, pessoas, estados de espírito, músicas, que nos fazem acreditar que Deus mora mesmo ali. Às vezes isto não acontece nos locais e momentos previsíveis (como na Igreja), às vezes Deus acontece em nós nos momentos menos oportunos e menos previsíveis... Mas essa é precisamente a magia de Deus...
A Elsa diz "às vezes quero mas não consigo", eu digo que bom será poder consegui-lo sempre. Mas será que alguém tem a felicidade de sentir Deus em si em todos os momentos, todos os lugares, em todas as pessoas?

Enviar um comentário