[04/03/2008] • 1 comentários

"A pergunta pelas condições que favorecem ou travam esse crescimento na maturidade da fé é, assim, uma questão fulcral e prioritária que cada Igreja tem que se colocar como interpelação ao seu modo colectivo de viver,ao funcionamento das suas estruturas, às prioridades pastorais que estabelece.
(...) Reconhecer e fomentar Igrejas locais abertas a acolher os sinais do Espírito nas formas culturais envolventes, conscientes da sua missão de contribuírem para uma mais autêntica percepção do Evangelho na situação concreta, dotados daquela legítima autonomia sem a qual a criatividade da esperança cristã e a força do testemunho profético não podem florescer."

1 comentários:

P.A. disse...

Por favor, alx, toma atenção às quebras de linha do texto... só me atrapalham a leitura!

Enviar um comentário