[05/05/2008] • 11 comentários

O 1º Presidente da República Portuguesa após o Golpe de Estado a 25 de Abril de 1974, foi António Sebastião Ribeiro de Spínola, mais conhecido por Marechal Spínola.

A União Europeia tem actualmente 27 países membros, com 3 países candidatos (Turquia; Antiga República Jugoslava da Macedónia e e Croácia).
Restam 19 países!

Relativamente à 3ª questão, sim, o PS dispõe de uma maioria absoluta no Parlamento...

:) finito

11 comentários:

Alx disse...

A primeira resposta está errada. O marechal não foi eleito, foi nomeado. Por isso, a resposta é General Ramalho Eanes....

Alx disse...

Acho eu...

Libelinha disse...

Boa boa... Abilio onde estavas no 25 de Abril? Tu sabes umas coisitas...

[adriana oliveira] disse...

Observação perspicaz! Confesso que me escapou esse tão importante pormenor...

Zé Henrique disse...

Muito bem! Temos de começar por algum lado nesta coisa da política... educação para a cidadania! Não sei que outros desafios nos terá reservado a Libelinha, mas proponho uma questão: no essencial, o que difere uma «política de esquerda» de uma «política de direita»?

Catarina disse...

Eleição não precisa de ser pelo povo.. pode ser eleito com uma quantidade de pessoas mais pequenas... Se foi nomeado foi alguém que o nomeou ou um conjunto de pessoas.
Eleger e nomear parecidos...
Ó Abilio tu achas que sabes muito...
E eu já nem sei se isto é ignorância política ou histórica.

verita disse...

caramba acho que já perdi uma aposta!
Tens a certeza disso Abílio?
Acho que mesmo assim o Spínola não deixa de ser o primeiro presidente da República após o 25 de Abril, mesmo sendo nomeado e por pouco tempo...
Eu considero-o o primeiro presidente!

Ostógio disse...

eu acho que foi o soldado maia:P
ou foi o zeca afonso??
lol

Andreiita disse...

No proprio dia 25 de Abril Marcello Caetano rende-se ao general Spinola. A destituição de Marcello Caetano e de Américo Tomás termina com o exílio no Brasil, surgindo a Junta de Salvação Nacional constituida por acordo entre o MFA e a própria hierarquia das Forças armadas (daí que tenha sido Spinola o presidente - foi portanto nomeado pelo MFA devido ao alto cargo que ocupava e ao seu importanto papel na revolução (penso que por isso nao se pode dizer que foi eleito pois isso prossopunha eleiçoes).

Se nao estou enganada é após a Junta de Salvação Nacional que se dão as priemiras eleições constituintes (prometidas pelo MFA) de sugfrágio verdadeiramente universal - e ja que falamos de participação politica - marcam a primeira participação civica e politica exemplar com 91,7% dos eleitores.
(o meu exame de Historia aproxima-se ha que ir sabendo umas coisas!*)

(relativamente à tematica da semana): ...os politicos nao somos todos nos?! sabendo que ha nestas bandas mais entendios no grego, pergunto se politico nao corresponde à designãção de habitante da polis...(?!)
sendo assim, de facto, todos temos obrigação de manisfestar as nossas opinioes, conscientes de que nao é apenas no voto que isso pode acontecer...ha toda uma vida civica que manifesta tambem uma preocupação politica, (sera que nao?!) Todos os anos decorre o Parlamento JOvem com um numero consideravel de participantes, Quase todas as semanas jovens escrevem no jornal de Leiria acerca de um qualquer assunto que seja da preocupação da "polis", se calhar nem sabem quem foi o primeiro rei de Portugal, mas sera que isso faz deles alguem menos preocupado com a politica...?

Acho que esta opinião do presidente deve ser discutida...e graças a este 25 de Abril estamos ca nos evoluir com cada opiniao...*

Libelinha disse...

Gostei de te ler Andreiita...

Rafa disse...

Não sei se Politico virá de habitante da "polis"...mas lá que tem lógica tem...contudo...o facto da malta jovem não ligar a quem tem a maioria no parlamento, ou que idealogias defende cada "ala" politica, entra em choque frontal de ideias com a ligação precoce que se dá eentre essa mesma malta jovem e as máquinas partidárias!!

Quem sabe afinal qual a base do comunismo? há o bom e o mau nesta forma de vida...só para abrir...a saúde é má em cuba? e nesse mesmo pais, há imensos computadores não é? e telemoveis? é ao pontapé!!!

A minha principal e unica preocupação na politica nacional é uma...a demagogia indefensável...podemos defender coisas que revertam a nosso proveito...mas nunca se isso só me fizer bem a mim ou ao meu amigo...é necessário ser REALMENTE a crença da maioria...quero lá saber se a esquerda usa medidas de direita..eu até acho que só assim é que a equerda poderá funcionar...

não tenho partido...nem sei bem se tenho uma ala politica vincada...mas que estou farto de mentirosos, oportunistas e pretensos salvadores...estou...metam-nos num barco e façam-lhe ums furos no casco...(parecia um ditador hehe :)

Enviar um comentário