[07/05/2008] • 10 comentários

Porque tenho apreço pela actividade política partilho este pequeno segredo...
Nenhum valor humano pode crescer nem transmitir-se sem contágio. O contágio é uma maneira de ser, uma evidência, como a dos pais que acompanham o filho desde o seu desper­tar para a vida. O agente de contágio é aquele que sabe ver tanto os horrores do mundo como as suas maravilhas, que não tolera os horrores e procura soluções para os atenuar. É alguém que, através da acção, consegue fazer-se ouvir.
O político, tecnicamente competente, bem pode intervir a favor da «igualdade de oportunidades», da «luta contra a miséria», do «esforço concertado contra o desemprego», mas se, enquanto fala, só estiver a pensar na partida de golfe que tem marcada para o dia seguinte, não será ouvido. Os argu­mentos são necessários para convencer. Mas os actos são-no ainda mais.

in Abbé Pierre, Testamento

10 comentários:

Mariana Marques disse...

Nem a propósito do desafio desta semana, desafio-vos também para outra tarefa (posso libelinha?)

Como sabem, ando envolvida num projecto para Moçambique, o PUMAP (já vos falei dele aqui). Aproveitando este nosso espaço, gostaria de contar com o vosso contributo para nos ajudarem a elevarem o nome do nosso projecto. Como fazer?

Vão ao site www.causassuperiorestmn.com, carreguem em "subscreve a tua causa", depois em "PUMAP" e finalmente "subscreve esta causa". Basta por o vosso nome e o nº do BI. ATENÇÃO que existe um quadradinho no item do BI - nele tem de por o ultimo algarismo do BI, aquele que muitas vezes ignoramos. Ele é muito importante para procederem ao voto!

A causa que tiver mais votos até final de Junho ganha o prémio final de 2.500€ oferecido pela TMN, daí a vossa ajuda ser preciosa!

Espalhem a informação. Quantos mais votos, melhor! Queremos que a nossa causa seja uma CAUSA SUPERIOR!

Isto parece campanha eleitoral mas tive que aproveitar este momento propicio para o fazer. Há gente pro-activa e com vontade de fazer muitas coisas... Sejam-no também :)

Beijinhos

Libelinha disse...

Claro que podes desafiar-nos... e já que falamos de política - cada um faz a sua campanha! hehehe

Mas proponho-te um desafio ainda maior... deixas-me falar do PUMAP no site do Jardim da Isabel (infantário lindoooo na Batalha) e eu prometo provocar os Pais para esta causa. Que tal? Só preciso que me digas numa frase quais os objectivos do PUMAP. A isto eu chamo Educação para a Cidadania.

Fico à espera.
Sorrisos

Anónimo disse...

olá, não faço parte dos habituais colaboradores do vosso blogue mas ha algum tempo que venho a acompnhar o que por aqui vão escrevendo, e neste post não resisto a deixar uma opinião, porque de uma forma simples explica uma parte do que penso. Gostaria tambem de dizer que na minha opinião tao importante como o exemplo dado por quem está no poder, é a capacidade de sacrificio/trabalho revelado por quem lhes dá o poder. No fundo o que penso é que é moralmente desonesto criticar alguém se não nos predispomos a ocupar o seu lugar e a fazer melhor, ou a pelo menos estar ao seu lado dando ideias que os possam ajudar a fazer melhor. vem isto a proposito da participação ou não na politica por parte dos jovens, penso que é essencial preocuparmonos, mais do que criticar, e sermos activos seja de que forma for, para pelo menos termos o direito de criticar alguém com conhecimento do que falamos!
peço desculpa pela intromissao.

Libelinha disse...

Sr ou Sra Anónimo,

Contribua sempre desde que seja para deixar comentários tão interessantes...

Assino por baixo e acrescento uma frase de Oscar Wilde,que me lembrei:
"O mal de se fazerem sugestões inteligentes é que se corre o risco de ter de levá-las a cabo."

Acho que este é o grande desafio dos jovens... fazer coisas, na política, na educação, na igreja, no trabalho,...onde quer que seja!

Mariana Marques disse...

Bem, grande desafio! Portanto, resumir toda a essência do meu projecto numa só frase! Mas vou consigo-lo superar, visto que, o que me propões em "contrapartida" é bastante aliciante :)

Em termos pessoais, o que acho que é o PUMAP:
"O PUMAP - Programa de Universitários em Maputo é um projecto inovador, criado pela mão de universitários, que tem um grande desejo de abdicar dalgum tempo da sua vida para promover a educação e a formação a uma camada de jovens que serão os futuros líderes de Moçambique, pois acreditam que, na base do desenvolvimento de uma sociedade, a educação é fundamental!"

Portanto, só para complementar: simplesmente ajudamo-los a pescar! Ainda por cima, dispomos-lhes o que sabemos de melhor, o nosso conhecimento...

Espalha por onde quiseres! Que seja um incentivo para nascerem projectos parecidos ***

Libelinha disse...

(agora é a minha vez de fazer perguntas pessoais...)

Mariana tu por acaso tocas flauta? E vieste à Batalha, tocar/cantar ao casamento do Sérgio e da Patricia, no sábado?

Mariana Marques disse...

Siiimmm! Já sei quem és! Weeeeee....
Sim, eu era a rapariga da flauta de bisel (a flauta que não era a transversal...).

Que coincidência!***

(mas não tens mesmo aparência de libelinha! :D)

Mariana Marques disse...

mas como é que adivinhaste que estava no casamento deles? É que eu não ando com um "megafone" a publicitar o PUMAP nem coisas assim...

Eis um enigma...!

Libelinha disse...

Porque vi a reportagens na Tv sobre o PUMAP e de repende associei-te... e bem.

Pois eu não sou bem parecida com libelinhas... só gosto de Libelinhas! E no sábado tinha ar de Madrinha, não de Libelinha... nem de Sónia...

Prazer em conhecer, Mariana.

Mariana Marques disse...

O prazer é todo meu :)
Mas como é que vais "provocar os Pais para esta causa"? Agora fiquei ansiosa :D

Beijinhos

Enviar um comentário