[25/05/2008] • 5 comentários

e, como prometido, aqui os deixo:

-São Pedro de Alcântara (uma das melhores vistas de Lisboa, sem dúvida; não tem parque infantil mas tem escadas e a Maria gosta de subir e descer... eu, quase que também!);
-Príncipe Real (o meu preferido e a Maria também não desgosta: há sempre um café/imperial para o pai e um gelado para a pikena, ali mesmo à mão);
-Estrela (o parque infantil tem umas formas estranhas e o chão é de uma pequena brita irritante);
-Monsanto (tem o maior parque infantil que conheço e o ar puro recomenda-se);
-Quinta Conchas (em pleno Lumiar, óptimo para toda a família passear, correr, lanchar... e tem uns escorregas que a Maria adora).
-E o inevitável Campo dos Mártires da Pátria. Inevitável porque por lá passamos todos os dias (é mesmo ao lado das escolas da família; quer-se dizer, da creche da Maria e da Faculdade da Ana), não à procura de baloiços, que os não há, mas dos patos, galinhas e afins. O principal afim é um pavão que quando está vaidoso ainda o parece mais. A Maria gosta de lá passar para dar pão aos bichos e porque por lá se vendem gelados...
Pois, até eu já como gelados todos os dias. Em contrapartida baixei na cerveja e abandonei por completo os cigarros...

5 comentários:

Marta* disse...

Obrigada Abílio... Vai ser delicioso conhecer esses espaços* Lisboa tem tanto para nos dar que é um erro ficarmos na ignorância!

Belém... visitem! Tem jardins explêndidos! Já para não falar nos monumentos... E se passarem por aqui.. digam qualquer coisa!*

verita disse...

Fiquei com uma vontade de ir já pra lisboa pra esses parques, que nem imaginam.. Quem me dera sem criança. Acho maravilhoso e muito importante o tempo que se passa com os pais num parque.
Parabéns pela riqueza :)

Alx disse...

“- Que bom fresco aqui!
Tinham entrado em S. Pedro de Alcântara; um ar doce circulava entre as árvores mais verdes; o chão compacto, sem pó, tinha ainda uma ligeira humidade; e, apesar do sol vivo, o céu azul parecia leve e muito remoto.”

Eça de Queiroz – “O Primo Basílio”

Alx disse...

“- Que bom fresco aqui!
Tinham entrado em S. Pedro de Alcântara; um ar doce circulava entre as árvores mais verdes; o chão compacto, sem pó, tinha ainda uma ligeira humidade; e, apesar do sol vivo, o céu azul parecia leve e muito remoto.”

Eça de Queiroz – “O Primo Basílio”

Alx disse...

E para quem precisar de um mapa dos jardins de Lisboa, deixo o link:

http://www.cm-lisboa.pt/docs/ficheiros/parques_e_jardins_de_lisboa.pdf

Enviar um comentário