[21/02/2008] • 4 comentários


A minha disgrafia não me permite mais do que isto. Espero que não me reconheçam neste boneco mal alinhavado, mas de facto a área das expressões nunca foi o meu forte. Contudo, diverti-me bastante a fazer esta coisa e serviu até de dinâmica familiar uma vez que o Paulo (fiel leitor silencioso do Cenáculo) resolveu também ele fazer o meu retrato, numa versão menos linear e mais metafórica.
E pronto, é o auto-retrato possível... o importante é participar, não é?

4 comentários:

[adriana oliveira] disse...

Também queremos ver essa versão alternativa! :)

Ostógio disse...

a tal e qual :P

alx disse...

Tás linda!!!


Afinal há em ti uma ponta de artista!

alx disse...

onde anda essa versão alternativa feira pelo Paulo? -Queremos ver!!!!

Enviar um comentário