[06/02/2008] • 7 comentários

Porque começa nesta quarta-feira de cinzas o tempo da quaresma... deixo aqui um texto que já escrevi há mais tempo. Um pouco longo, mas é para 40 dias!


Não sou daqueles que gosta de espreitar o fim de um livro quando o começo a ler… gosto de ir saboreando a história sem ter o «privilégio» de saber mais do que o que devo no momento em que estou. Mas há outras histórias que é bom saber o fim, como esta que recomeçou hoje de novo: e o fim da história é precisamente o da vitória da Vida sobre a Morte, com todo um caminho que leva da cruz à ressurreição. E se é bom saber o fim desta história é porque não é uma história qualquer, de ler ou conhecer, mas aquela que dá um sentido novo à minha própria história… digamos que é de «reviver». É verdade que muito diferente! Mas também sempre com essa tensão entre Morte e Vida e sobretudo com o sentido da Esperança que daquela outra, a de Jesus, a minha história pode beber…

Recomeçou hoje, então, este caminho: 40 dias de Quaresma. O projecto do percurso foi traçado, no evangelho que abre este «tempo oportuno», em três palavras: esmola, oração e jejum. Como que a relembrar, mais uma vez, que o caminho para a Vida é feito de Morte, ou que a ressurreição tem também o cenário da cruz: quando há a capacidade de «morrer» para algumas coisas, aí surge a oportunidade de «viver» para outras. Eu diria que o evangelho desta Quarta-feira de Cinzas nos lembra o essencial do nosso crescer em humanidade, na rede de relações que o torna possível:

Jejum – o que é senão um aprofundar uma relação com a essencialidade de nós próprios? Redescobrir quem somos, aquilo que nos é essencial, o que é supérfluo, o que está a mais e o que está a menos, o que podemos evitar e o que devemos buscar… às vezes custa deixar, mas é nesse despojamento que surge também a Vida…

Esmola – esse abrir do nosso próprio ser e ter para ir ao encontro do outro com quem partilhamos a vida… Para não ficar fechado em mim mesmo, mas disponível para encontrar no outro aquele que me diz quem sou. E assumir essa atitude de quem dá e de quem se dá para tornar (mais) possível o «mundo de sonho» que habita o nosso desejo. E pode não ser fácil dar(mo-nos), mas é aí que surge a Vida…

Oração – o encontro do nosso ser com o de Deus, onde se descobre o sentido de nós próprios, na totalidade do projecto de Deus, onde os nossos limites se abrem aos desejos de Deus, e os nossos desejos se encontram com os limites do divino… Às vezes custa esta abertura para Deus, e o sentir de algumas exigências que virão desse encontro… Mas é aí que está a fonte da Vida…

Por isso, dizia que, nesta história, é bom saber como termina… Dá mais força para assumir, com Esperança, a parte da Morte neste caminho para a Vida… E talvez daqui por 40 dias possa sentir-me um pouco mais eu…

7 comentários:

alx disse...

algumas cinzas em nós, fazem-nos sempre bem

obrigado

Rafa disse...

E às vezes parece que damos tão pouca "esmola"...

Laura Marques disse...

bom, acho que este texto chegou num momento fulcral para mim (não só por ser quaresma).

tenho pensado, e se me dedicasse a ser virtual, estabelecendo relações por detrás do computador, sendo só o essencial, apenas tendo as reacções que quero ter. posso assim prescindir de comentários, piadas, etc. menos boas, posso pensar duas vezes.

mas lá se vai a espontaneidade, lá se vai a esmola e orar, não se ora assim...

Rafa disse...

miuda...se resolveres concretizar isso que acabaste de dizer...eu dou-te um tiro!!! tu...fria e calculista...derretia-te à base da bofatada!!!
:P

Laura Marques disse...

não, não vou concretizar. não consigo ficar muito tempo em casa :) e além disso, o desafio está em não sermos virtuais, sermos o mais verdadeiros possíveis.

fria e calculista, fica para a próxima :)

Andreiita disse...

Gostava de um diz poder ter esse teu dom de ensinar e fazer crescer com cada palavra...

um obrigada por mais este momento ao ze do sorriso mais bonito! =) GOsti * e gosto ainda mais desta sensação de que me vais ensinar muio mais!...

Andreiita disse...

* dia (e não diz) =)

Enviar um comentário